Viajar para Turquia

A Turquia é um país muito interessante, tendo uma localização privilegiada entre a EuropaÁsia, por isso possui uma cultura muito rica e costumes próprios. Nele você poderá visitar mesquitas, conviver com um povo hospitaleiro e fazer passeios incríveis de balão. Quer saber mais motivos para realizar uma viagem para a Turquia? Então nos acompanhe neste artigo.

1. Conhecer Istambul

Apesar de não ser a capital da Turquia (na verdade é Ancara), Istambul é a cidade mais famosa do país. Trata-se da antiga capital (até 1923) e maior município da Turquia e o quarto maior do mundo, antiga Constantinopla.

É uma bela cidade cheia de mesquitas e construções históricas. Entre elas a Mesquita Azul, que foi construída no século XVII em estilo clássico otomano, sendo a única da cidade que possui seis minaretes (torres da qual fazem as cinco chamadas diárias para oração). As pessoas quando entram em mesquitas devem tirar os sapatos e as mulheres devem usar lenços na cabeça.

A Mesquita Azul se encontra em frente à Basílica de Santa Sofia, outro ponto turístico bem visitado na cidade. É uma bela edificação que foi construída no século VI pelo Império Bizantino para ser a catedral de Constantinopla. No século XIII ela foi convertida catedral católica romana durante a Quarta Cruzada, posteriormente tornou-se uma mesquita para em 1935 se tornar um museu.

Outra construção que chama a atenção é a Torre de Gálata, que possui 66,9 m e 9 andares. É a estrutura mais alta da cidade. O Palácio Dolmabahçe é uma belíssima construção que foi o principal centro administrativo do Império Otomano, sendo também o primeiro edificado em formato europeu. Ele foi construído no século XIX e foi a última moradia de Mustafa Kemal Ataturk, primeiro presidente da Turquia.

Saindo das construções históricas se encontra o Grande Bazar, um ponto bem visitado por turistas. Trata-se de um dos mais antigos mercados cobertos do mundo, o qual é composto por mais de 60 ruas e milhares de lojas, que comercializam peças de joalheria, cerâmica, especiarias e tapetes. Um ótimo lugar para realizar compras, em vista que os turcos gostam de pechinchar.

2. Visitar a Capadócia

A Capadócia é uma região histórica e turística da Turquia, ela possui formações geológicas únicas, cidades subterrâneas e construções escavadas em rocha. Um lugar incrível para visitar. Entre suas principais atrações está o Museu a Céu Aberto de Goreme, que possui um grande conjuntos de igrejas construídas em cavernas por cristãos entre os séculos X e XIII. Nelas você encontrará afrescos pintados nas paredes.

A Cidade Subterrânea de Kaymakli é a maior cidade subterrânea da região, tendo oito andares abaixo do solo. Essa cidade assim como outras da região foi construída com o objetivo de proteger os cristãos contra a invasão de inimigos.

Deve ser interessante andar pelas casas e observar quartos, cozinhas, depósitos de alimentos, igrejas, portas secretas, túneis de ligação e poços que serviam com sistema de ventilação. No entanto não é um passeio indicado para claustrofóbicos, uma vez que as passagens são estreitas e apertadas, sendo até necessário andar agachado para se deslocar entre os ambientes.

Outro lugar interessante é o Vale dos Pássaros, onde foram esculpidas várias casas de pássaros nas cavernas com o intuito de protegê-los, devido ao fato desses animais serem importantes para os cristãos por fornecerem pigmentos para pintar afrescos e cerâmicas.

Voar de balão é uma atração bem conhecida na região, de onde você poderá ter uma vista panorâmica do local e ver suas belas construções e formações geológicas. O voo dura cerca de uma hora e tem direito a café da manhã.

3. Percorrer as Ruínas de Éfeso

Éfeso é uma cidade que transpira história. Durante o Império Romano, ela foi capital da província romana na Ásia e também uma das sete igrejas citadas no Apocalipse. Seu sítio arqueológico é um dos pontos turísticos mais visitados na Turquia, o qual é composto por teatros, casas, locais de banho, ginásio, bibliotecas, templos dos imperadores, igrejas, bordel, latrina, portões, ágora comercial e um aqueduto bem avançado para a época.

Entre seus destaques está o Grande Teatro, o qual tem capacidade para 25 mil espectadores e foi usado para apresentações teatrais e posteriormente combates de gladiadores. No lugar também se encontra um dos maiores cemitérios desses lutadores.

A Biblioteca de Celso foi edificada no século II, sendo feita em memória de Tiberius Julius Census Polemaeanus, um governador do Império Romano. Acredita-se que tenham sido guardados 12 mil pergaminhos nela.

O Templo de Artemis é considerado uma das sete maravilhas do mundo antigo, tendo apenas restado uma coluna intacta. Segundo historiadores este templo foi reconstruído por sete vezes ao longo da história, sendo a primeira versão construída no século IX A.C.

Outro lugar bem visitado é a Casa de Maria, construção que se encontra a 10 km de Éfeso e onde se acredita que Maria, mãe de Jesus tenha vivido após a morte do mesmo.

4. Realizar Atividades Culturais

Após a fundação da república, o governo investiu bastante em arte e cultura. Por isso na Turquia é possível encontrar museus, teatros e salas de ópera, resultando em uma boa variedade de atividades culturais.

Entre os destaques temos os Museus Arqueológicos de Istambul, o maior complexo museológico da Turquia formado por três museus diferentes, o Museu Arqueológico, Museu de Antiguidades Orientais e Museu do Quiosque Esmaltado. Os museus guardam peças que ultrapassam um milhão de itens, envolvendo arte e cultura de civilizações antigas que habitaram a área.

O Museu das Civilizações Anatólia é um dos mais importantes do país e possui uma vasta coleção exposta em ordem cronológica, entre seus destaques está a estátua da deusa-mãe Catalhoyuk, esculturas hititas e relevos ortostatos.

Já o Museu de Arte Moderna de Istambul foi inaugurado em 2004 e foi o primeiro museu privado de arte moderna da Turquia. Ele reúne obras de artistas turcos, sendo que também há exposições temporárias que incluem artistas estrangeiros.

5. Outras Atrações

Além dessas atrações, a Turquia ainda reserva mais atividades interessantes. Entre elas o cruzeiro pelo estreito de Bósfoto, o qual dura cerca de 5 horas e permite ter uma visão diferente de Istambul e suas belíssimas construções.

Ganham destaque no passeio as belas vistas das mesquitas, Palácio Dolmabahce, as Fortalezas da Ásia e da Europa, vilarejos que margeiam o estreito e a Ponte de Bósforo, uma das mais longas do mundo.

Ir a um banho turco é outra atividade bem realizada no país, um lugar para relaxar em meio à agitação da cidade. É uma experiência divertida em que você poderá curtir uma sauna e massagens em prédios históricos.

6. Hospitalidade dos Turcos

Segundo viajantes que visitaram a Turquia os turcos costumam ser bem gentis com estrangeiros, aparentando ser um povo hospitaleiro e que gosta de conversar. Apesar da barreira linguística, já que a maior parte da população fala turco, é possível encontrar pessoas que falem inglês e se você se esforçar em aprender algumas palavras em turco, agradará ainda mais os cidadãos que apreciarão seu esforço.

7. Gastronomia

A gastronomia turca não é tão exótica quanto alguns pensam, apresentando pratos saborosos. As entradas sempre são acompanhadas de pão sírio, entre os pratos mais conhecidos temos o cerkez tavugu (frango com molho picante de nozes e pão), cig kofte (almôndegas de carne crua com especiarias), manti (massa semelhante ao ravióli), yala çorbasi (sopa de iogurte com arroz e hortelã), cacik (pepino ralado com iogurte e alho), çoban salatasi (salada de tomate, pepino, cebola e pimenta), tel kadayif (fios de massa recheada com avelãs ou pistaches com calda), entre outros.

Gostou de conhecer mais sobre a Turquia?

Esperamos que tenha gostado das informações e que elas tenham ajudado. Se tiver mais dicas para compartilhar sobre a Turquia ou queira compartilhar sua opinião, fique à vontade para comentar. E se curtiu o artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais!

Deixe um comentário

Share via
Copy link
Powered by Social Snap